• This is in answer to:
  • Your blog just went viral. Ok, sorry, not yet. But just imagine. What’s the one post you’d like new readers to see and remember you by? Write that post. See all answers
    • As escolhas são sempre difíceis
    • Eu sabia que o vento suave daquela manhã dizia tudo


      Me lembro daquele dia. O sol estava tão forte que me fazia apertar os olhos, embora fosse ainda cedo.Já podia sentir um vento suave invadir a minha alma, talvez tentando anunciar algo. Senti uma espécie de agonia, um silêncio até assombroso, e só o que eu ouvia eram os pássaros lá fora, repentinamente. Era ainda muito jovem, cheio de expectativas, dúvidas e interrogações. Buscava respostas e sentido para minha vida. Era comum ficar horas no quarto pensando. Nesse dia, eu estava a muito tempo rezando de olhos fechados e quando os abri, fiquei olhando fixamente para a minha imagem refletida no espelho. E não me parecia muito agradável. Estava pálido, tão diferente da imagem que mantinha da porta do quarto para fora. Talvez por causa das cobranças que havia feito a Deus naquela oração. Me olhava e não via nada de vistoso ou empolgante. Sim, me sentia imobilizado. Parecia um daqueles jovens frustrados procurando por algo muito valioso e, não encontrando, começa a se olhar de um jeito que você olha sem vêr nada. Entra em uma espécie de crise ainda mais quando se vê diante de novas oportunidades. As escolhas são sempre difíceis porque pressupõem renúncias e a escolha por algo, fazemos parecer uma coisa de outro mundo. Mas, insisti, fechei os olhos novamente, quase apertando as pálpebras, e mesmo querendo que os meus olhos nunca mais abrissem, eles não me obedeceram. Foi quando ouvi uma voz falando bem baixinho, dizendo a certa distância, alguma coisas do tipo "por quê você diz não estar sentindo nada?". Abri os olhos de repente, separando as pálpebras com rapidez, fui então ofuscado por um instante pela poderosa força do sol que irradiou e brilhou sobre mim, enquanto tentava recuperar a visão. Vi então um lampejo de luz sobre o rico jardim de flores que embelezavam a entrada da minha casa. Olhei e pude me lembrar novamente daquela Catedral no centro da cidade e que precisava novamente visitá-la. Tudo o que eu havia esquecido estava voltando a tona. Voltei a esperar de novo tanta coisa e me esforcei tanto e por isso fui tão longe. E agora lá estava eu, depois de meses, como foi da primeira vez, na mesma Catedral, com o mesmo sorriso, como foi antes, com os olhos atentos, parecia impossível de acreditar, estava acontecendo tudo de novo. Sentindo tudo outra vez, sentado ali no banco da Igreja, esperando, sentindo e amado. Se eu estivesse demorado cem anos para voltar ali, Ele teria esperado por mim. O meu ar não estava mais denso, sufocado, não me sentia mais oprimido, sem forças ou sem esperança. Minha feição era outra. Dali em diante resolvi nunca mais seguir minhas ilusões de juventude.O brilho que explodia dos meus olhos, o riso na voz quando eu cantava para o mundo. Era de novo um jovem cheio de motivações, no melhor sentido e mais puro da palavra. Havia me tornado um jovem que todas as pessoas queriam se agarrar, meu rosto refletia um segredo que os amigos confiavam, mas, aquilo ainda era tão pouco, perto do que ainda haveria de acontecer. O que a maioria dos amigos não entendiam, era que os meus olhos não estavam ali procurando por algo impessoal, instintivo.O que eu queria não estava ali, haveria de encontrar. Não buscava mais viver papeis. Havia ocasiões em que eu confessava abertamente que o que queria não era algo impossível de se querer. Dizia que eu estava esperando o grande dia. Havia descoberto um caminho de espiritualidade. E depois de uma longa conversa com um padre italiano, homem penitente e devoto. Um Anjo enviado por Deus naquele momento, e até nos tornamos grandes amigos de fé, por isso fazia tudo o que me ensinava. O padre sabia das coisas e acertou muitas delas.Pena não estar mais entre nós. Sim, ele está na Glória.Todos que o viam buscavam aproximação, só por um instante, ansiavam por estar perto dele, dentro do círculo de seu afeto, todos queriam ouvir suas mensagens. Grande místico e santo que Deus me deu por dois anos. Coisas que acontecem quando estamos em busca. Foi ele que me ensinou sobre os Exercícios Espirituais que ele chamava de "Pedidos Urgentes" para "Entregas Imediatas"..Quando tomamos consciência de que a grande realização dependerá única e exclusivamente de você. Falaremos sobre isso outra hora. Eu sabia que o vento suave daquela manhã tentava anunciar algo. Deus é alguém que nos surpreende repentinamente. Eu confio nos anjos que vivem entre nós feito humanos!!!

       
    • Previous Answer Next Answer
  • Comments

    Leave A Comment

    Please log in or sign up to leave a comment.